Tema de redação 19EV10 – série especial – ética, ciência e arte

Fonte: bbc.com/portuguese/geral-49394288

Leia atentamente os textos abaixo:

Texto 01.

“A decisão de homenagear Elizabeth Bishop na próxima Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) causou controvérsia. As restrições à poetisa americana, que viveu no Brasil entre 1951 e 1971, não dizem respeito à incontestável qualidade de seus versos, mas ao fato de ela ter apoiado o golpe de 64 e ter feito observações politicamente incorretas sobre o país e a intelligentsia local.

Se a Flip está em busca de um autor relevante para destacar, a escolha de Bishop faz sentido; se procura um modelo de virtude pessoal e sabedoria cívica, aí a organização do evento poderia ter encontrado um nome melhor. Não me parece absurdo que um festival literário dê primazia à literatura.

O que se discute no fundo é se pode haver separação entre o autor e sua obra. Sugiro que examinemos um caso extremo, na esperança de que as conclusões que dele possamos tirar sejam iluminadoras.”

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/2019/11/vida-e-obra.shtml

 

Texto 02.

“Quando a neurocirurgiã Susan Mackinnon precisou fazer uma pesquisa para concluir uma operação, ela consultou, como faz com frequência, um livro de anatomia de meados do século 20.

Com o auxílio das complexas ilustrações desenhadas à mão – mostrando o corpo humano ‘descascado’ camada por camada – Mackinnon, da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, conseguiu concluir o procedimento.

O livro Topographic Anatomy of Man (Anatomia Topográfica Humana), de Eduard Pernkopf, é geralmente considerado o melhor exemplo de ilustrações anatômicas no mundo. É mais rico em detalhes e com cores mais vivas do que qualquer outro.

Pele, músculos, tendões, nervos, órgãos e ossos são revelados em detalhes gráficos.

O livro, muitas vezes chamado simplesmente de Pernkopf’s Atlas (Atlas de Pernkopf), deixou de ser impresso. E os exemplares de segunda mão são vendidos pela internet por valores altos.

Apesar do preço alto, poucos teriam orgulho de exibir o exemplar em sua clínica, biblioteca ou casa. Isso porque as descobertas do livro vieram dos corpos de centenas de pessoas mortas pelos nazistas. São seus corpos – cortados e dissecados – que ilustram o atlas.

Críticos dizem que o livro está marcado por seu passado obscuro, e os cientistas têm se deparado com a discussão ética sobre o uso da obra.

Mackinnon diz que se sente pouco à vontade com a origem do livro, mas que usá-lo é uma parte crucial de ser um “cirurgião ético”. Ela diz que não poderia fazer o trabalho dela sem consultá-lo.”

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/geral-49394288

 

Texto 03.

“Pois as francesas Catherine, a Deneuve e a Millet, cantaram a bola do que estava por vir: aquele excesso ressaltado agora nos privará (até quando?) de obras de Woody Allen e de atuações primorosas de Kevin Spacey.

A punição dada a eles não parece exagerada? Mais à frente (Allen já está em idade avançada, logo ficará jogando pipoca aos pombos na praça), passado o calor da arma quente, a história colocará o abate dos dois artistas em qual tintura? Existem outros casos neste tiroteio, como há ainda o safado do Harvey Weinstein, mas não quero misturar as bolas (com todo o respeito).

Sêneca, filósofo romano, um epicurista contundente, autor de linhas decisivas desse amor ao instante vivido, foi condenado à morte por Nero, seu ex-aluno, por causa de suas ideias.

No caso de Allen e Spacey, seus comportamentos, mesmo sendo condenáveis, deveriam resultar em limbo eterno? Mortos em vida criativa? Eu leio Sêneca e Nero morreu louco.

Respondo que não. Ezra Pound fez transmissões a favor dos nazifascistas. Jorge Luis Borges apoiou a ditadura argentina. Céline era antissemita furioso. Heidegger apoiava as ideias de Hitler. Saramago foi um baita de um stalinista…

Todos mereceriam ter suas obras jogadas no fogo do inferno? O mundo sem um filme anual de Woody Allen sempre será um mundo mais triste. Confundir obra e vida nos leva a uma visão tribal dos problemas: o leitor deveria banir Diadorim por que ela se revela mulher e não um jagunço? Valha-me deus.”

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2018/12/kevin-spacey-e-woody-allen-nao-merecem-ser-jogados-no-limbo.shtml

 

Proposta de redação 2019EV10A – dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)

Depois da leitura atenta dos textos motivadores, escreva uma dissertação em que você se posicione a respeito de, como Maquiavel sugeriu, os fins justificarem os meios no contexto em que realizações excepcionais no campo da arte ou da ciência possam desculpam condutas reprováveis de seus responsáveis. Enfim, pode a obra excepcional ser punida, censurada ou proibida em função da conduta questionável ou mesmo abominável de seus autores para produzi-la?

 

Instruções:

  1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
  2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
  3. Dê um título a sua redação.

 

Proposta de redação 2019EV10B – Outros gêneros – Unicamp, UEL, UnB, UFU, etc.

Escreva uma crônica a ser publicada em uma revista digital sobre as relações entre ética e arte em casos como os relatados na coletânea.

 

Proposta de redação 2019EV10C – Artigo de opinião ou editorial- Unicamp, UEL, UnB, UFU, etc.

Escreva um editorial em que um veículo de informação posicione-se sobre as relações entre ética e informação seja ela produto do fazer jornalístico, científico ou artístico.

 

Proposta de redação 2019EV10D – carta argumentativa ou aberta – Unicamp, UEL, UnB, UFU, etc.

Faça uma carta argumentativa para uma das personalidades vivas citadas nos textos da coletânea com sua posição a respeito da conduta dessa pessoa em relação às interações entre ética e produção artística ou científica.

 

Instruções gerais:

  1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação.
  2. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: o que estiver expressamente informado no edital, no manual do candidato, etc., do vestibular pelo qual você se interessa, que são as fontes de informação mais confiáveis a respeito dessa questão. Em hipótese alguma, escreva seu nome, apelido, etc., na folha de prova. Na dúvida, melhor nunca assinar um texto de concurso.
  3. Via de regra, não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação. Ainda que, em alguns concursos, é importante estabelecer conexões entre as informações dos textos de apoio do tema de redação com o repertório cultural do candidato.
  4. Respeite o mínimo e o máximo de linhas associado à prova de redação para a qual você se prepara. Informe a universidade na folha de redação de forma legível no local destinado ao código da proposta. Contudo, normalmente, o mínimo usado é de 25 linhas e o máximo de 30, ou algo parecido na maioria dos concursos no Brasil.

4.1. UnB – máximo de 30 linhas. A quantidade de linhas escritas interfere na nota final. “No cálculo da nota da redação, quanto maior o número de linhas efetivamente escritas, maior a pontuação.”.

4.2. Unicamp – até 22 linhas em cada um dos dois textos.

4.3. UEL – de duas a quatro redações. 12 pontos cada. Números mínimos e máximos variados entre 8 e 16 linhas a depender do gênero textual exigido.

4.4. UFU – 25 a 36 linhas. Um de três temas possíveis.

 

Instruções UFU:

Leia com atenção todas as instruções.

  1. Você encontrará três situações para fazer sua redação. Leia as situações propostas até o fim e escolha a proposta com a qual você tenha maior afinidade.
  2. Após a escolha de um dos gêneros, assinale a opção no alto da Folha de Resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero.
  3. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
  4. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva no lugar da assinatura: JOSÉ ou JOSEFA.
  5. Em hipótese alguma, escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
  6. Utilize trechos dos textos motivadores, parafraseando-os.
  7. Não copie trechos dos textos motivadores, ao fazer sua redação.
  8. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.

 

 

Deixe uma resposta