Tema de redação 21MEV05 e sugestões de leitura – Drogas na pandemia (Enem, Fuvest, Vunesp, Unicamp, Famema, Famerp, etc.)

Fonte: https://www.instagram.com/morganamiranda/



Indicações de leitura para o tema de redação 21MEV05

Palavras-chave – drogas, entorpecentes, pandemia, drogas lícitas, drogas ilícitas, abuso de drogas, vício, tráfico, crime, transtornos mentais, isolamento, quarentena, conflitos, ansiedade, estresse, tensões sociais.

Texto 21T078

Texto 21T079

Texto 21T080

Texto 21T081

Tema de redação 21MEV05
Drogas na pandemia

Texto 01

“De acordo com um relatório produzido pela Organização Mundial da Saúde, as altas taxas de stress associadas a acontecimentos catastróficos, como a pandemia do coronavírus, induzem ao uso abusivo de álcool e drogas e, nos casos mais dramáticos, ao comportamento suicida.
Outro fato que culminou no crescimento no consumo de drogas é a restrição de circulação. As pessoas que dependem de grupos de apoio não puderam participar das reuniões e, consequentemente, ter o suporte indispensável, a palavra amiga. Sem esse tipo de auxílio é natural que aumente o consumo de drogas e, assim, cresça o número de dependentes. É um processo automático.
Algumas pessoas acabaram de sair de um longo tratamento e lutam, diariamente, contra si mesmos para manterem-se longe das drogas. Após ficarem isolados por um período em clínicas especializadas e convivendo apenas com pessoas em situações similares à sua não tinham ideia da gravidade da pandemia e, muito menos, do que os aguardavam do lado de fora. Ao sair, surgiu um novo quadro de desespero a ser combatido.”

Fonte: https://www.uniad.org.br/artigos/2-alcool/o-aumento-do-consumo-de-drogas-na-pandemia/

Texto 02

“Ao todo, segundo indicou a edição especial da GDS sobre a Covid-19, o Brasil registrou um aumento de 17,2% no consumo de maconha e 13,5% no consumo de álcool em 2020. Os dados da pesquisa ainda apontam um salto de 7,4% no uso de cocaína e de 12,7% no uso de remédios para ansiedade, como Diazepam e Clonazepam. Os números são semelhantes à média mundial.
Outras pesquisas, como a ‘ConVid – Pesquisa de Comportamentos’ elaborada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com as universidades Federal de Minas Gerais e Estadual de Campinas, também indicam o mesmo cenário. 18% de crescimento no consumo de álcool e 34% no uso de tabaco no primeiro ano de pandemia.”

Fonte: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/as-dores-da-pandemia-fazem-disparar-o-consumo-de-alcool-e-drogas-no-brasil/

Texto 03

“A pandemia causada pelo novo coronavírus impactou os hábitos dos brasileiros de maneira profunda — inclusive na relação com as substâncias psicoativas. Estudo inédito aponta que 38,4% das pessoas em quarentena relataram aumento no consumo de drogas, legalizadas ou não. Delas, 34% disseram ter diminuído a frequência de uso e 27% mantiveram os hábitos anteriores à quarentena. O levantamento do Centro de Convivência É de Lei, com apoio do Grupo de Pesquisas em Toxicologia e do LEIPSI (Laboratório de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos), ambos da UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas), foi feito com mais de 4 mil pessoas, entre 30 de abril e 15 de maio.”

Fonte: https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2020/06/06/52-usam-psicoativos-para-lidar-com-a-pandemia-no-brasil-diz-estudo.htm

Proposta de redação 21MEV05A – dissertação – Fuvest, Vunesp, Uniube, Famema, Famerp, etc.

Escreva um texto dissertativo sobre o que revela o aumento substancial de consumo de drogas no mundo durante a pandemia de covid-19.

Instruções para a dissertação da proposta de redação A:
1. A situação de produção de uma dissertação argumentativa requer o uso da norma padrão da língua portuguesa, de linguagem objetiva, de argumentação científica e de terceira pessoa.
2. Não copie trechos dos textos de apoio.
3. Não assine.
4. O tamanho da redação deverá ser adequado ao concurso pretendido. Para tanto, é importante seguir os limites impostos pelas universidades até 2020: entre 20 e 30 linhas (Fuvest), 15 a 33 linhas (Vunesp), 25 e 30 linhas (Uniube), etc. Por isso, é imprescindível que a universidade pretendida seja informada com destaque logo após o código da proposta de redação na folha que será entregue para a correção. Do contrário, a correção levará em consideração a norma mais comum: 25 linhas como mínimo e 30 como máximo.
5. Dê um título a sua redação, caso a universidade pretendida o exija.

Proposta de redação 21MEV05B – dissertação – Enem.

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O abuso de drogas no Brasil.”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções do Enem para a prova de redação (proposta B):
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Proposta de redação 21MEV05C – outros gêneros – Unicamp, UFU.

Faça uma carta pessoal destinada a um amigo (a) ou parente que tem abusado de drogas durante a pandemia, a fim de ajudar essa pessoa a reduzir ou parar o consumo dessa substância. Tanto o nome do emissor quanto do receptor da carta devem ser fictícios e comuns.

Instruções da Unicamp para a prova de redação:
1. Este caderno contém duas propostas de redação. Você deverá escolher apenas uma delas para desenvolver.
2. Se quiser, faça um rascunho do seu texto. A folha de rascunho não será considerada pelos avaliadores. O rascunho poderá ser escrito a lápis.
3. A versão final do seu texto deverá ser feita com caneta esferográfica preta na folha reservada para a Redação.
4. Não haver nenhuma identificação pessoal (nome, sobrenome, etc.) nos textos.

Instruções da UFU para a prova de redação:
1. Você encontrará duas situações para fazer sua redação. Leia as situações propostas até o fim e escolha a proposta com a qual você tenha maior afinidade.
2. Após a escolha de um dos gêneros, assinale a opção no alto da Folha de Resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero.
3. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
4. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva no lugar da assinatura: JOSÉ ou JOSEFA.
5. Em hipótese alguma, escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
6. Utilize trechos dos textos motivadores, parafraseando-os.
7. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.

Instruções adicionais para a proposta de redação C:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação.
2. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: o que estiver expressamente informado no edital, no manual do candidato, etc., do vestibular pelo qual você se interessa, os quais são as fontes de informação mais confiáveis a respeito dessa questão. Em hipótese alguma, escreva seu nome, apelido, etc., na folha de prova. Na dúvida, melhor nunca assinar um texto de concurso.
3. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação, ainda que, em alguns concursos, seja importante estabelecer conexões entre as informações dos textos de apoio do tema de redação e o repertório cultural do candidato. No caso da Unicamp, é imprescindível fazer menções a dados e informações presentes no (s) texto (s) de apoio.
4. Respeite o mínimo e o máximo de linhas associado à prova de redação para a qual você se prepara. Contudo, normalmente, o mínimo usado é de 25 linhas e o máximo de 30, ou algo similar na maioria dos concursos no Brasil. No caso da Unicamp, os textos devem ter até 22 linhas.

Deixe uma resposta