Tema de redação 21N17 e sugestões de leitura – Questões ambientais e sustentabilidade (Enem, Fuvest, Vunesp, Unicamp, Famema, Famerp, etc.)

Fonte: http://bizarro.com


Indicações de leitura para o tema de redação 21N17

Palavras-chave – sustentabilidade, ecologia, ambientalismos, natureza, desastres ambientais, legislação ambiental, economia verde, desenvolvimento sustentável, sustentabilidade, problemas ambientais, poluição, crise hídrica, aquecimento global, intensificação do efeito estufa.

Texto 21T058

Texto 21T059

Texto 21T060

Texto 21T061

Tema de redação 21N17
Questões ambientais e sustentabilidade

Texto 01

“O que é desenvolvimento sustentável?
A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.
Essa definição surgiu na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada pelas Nações Unidas para discutir e propor meios de harmonizar dois objetivos: o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental.
O que é preciso fazer para alcançar o desenvolvimento sustentável?
Para ser alcançado, o desenvolvimento sustentável depende de planejamento e do reconhecimento de que os recursos naturais são finitos.
Esse conceito representou uma nova forma de desenvolvimento econômico, que leva em conta o meio ambiente.
Muitas vezes, desenvolvimento é confundido com crescimento econômico, que depende do consumo crescente de energia e recursos naturais. Esse tipo de desenvolvimento tende a ser insustentável, pois leva ao esgotamento dos recursos naturais dos quais a humanidade depende.
Atividades econômicas podem ser encorajadas em detrimento da base de recursos naturais dos países. Desses recursos depende não só a existência humana e a diversidade biológica, como o próprio crescimento econômico.
O desenvolvimento sustentável sugere, de fato, qualidade em vez de quantidade, com a redução do uso de matérias-primas e produtos e o aumento da reutilização e da reciclagem.
Os modelos de desenvolvimento dos países industrializados devem ser seguidos?
O desenvolvimento econômico é vital para os países mais pobres, mas o caminho a seguir não pode ser o mesmo adotado pelos países industrializados. Mesmo porque não seria possível.
Caso as sociedades do Hemisfério Sul copiassem os padrões das sociedades do Norte, a quantidade de combustíveis fósseis consumida atualmente aumentaria 10 vezes e a de recursos minerais, 200 vezes.
Ao invés de aumentar os níveis de consumo dos países em desenvolvimento, é preciso reduzir os níveis observados nos países industrializados.
Os crescimentos econômico e populacional das últimas décadas têm sido marcados por disparidades.”

Fonte: https://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/questoes_ambientais/desenvolvimento_sustentavel/

Texto 02

“Investimentos efetivos em uma economia de baixo carbono, pequena emissão de poluentes constituído com carbono, poderá gerar R$ 2,8 trilhões adicionais ao Produto Interno Bruto (PIB) em 10 anos, além da criação de 2 milhões de empregos. Essas são conclusões do estudo ‘Uma Nova Economia para uma Nova Era: elementos para a construção de uma economia mais eficiente e resiliente para o Brasil’, feito pelo WRI Brasil e pela iniciativa New Climate Economy, em parceria com especialistas de variadas instituições como CEBDS, Coppe-UFRJ, CPI, Febraban, Ipea e PUC-Rio.
‘Se o Brasil tomar a decisão de ir no rumo de uma economia de baixo carbono, isso não prejudicaria os principais setores da economia atual” afirma Carolina Genin, diretora de Clima do WRI Brasil e uma das autoras do estudo, e continua ‘tanto agricultura, quanto infraestrutura e indústria teriam a ganhar com isso, em termos de produtividade, eficiência e competitividade’.”

Fonte: https://www.dci.com.br/dci-mais/noticias/economia-verde-o-que-e-e-vantagens-que-o-brasil-teria-ao-implanta-la/7940/

Texto 03

“A concepção moderna de natureza tem sido muito criticada devido a impactos negativos do desenvolvimento tecnológico (uso de inseticidas, acidentes nucleraes, contaminação de água e ar, etc.). Mas a percepção desse problema foi ocorrendo a largos passos. Coincidentemente, ela deu-se inicialmente no campo da estética. Nos séculos XVII e XVIII, desenvolveram-se novos conceitos aplicados não mais ao sobrenatural, mas à observação de reações subjetivas e emoções diferenciadas, como a sensação do ‘belo’ (beau, beautiful, schön) em pequenas coisas na natureza (o canto dos passáros, a visão e aroma da rosa), o sentimento do ‘sublime’ (sublime, erhaben) com relação a processos naturais de grande magnitude e difíceis de compreender (o mar revolto, cataratas, vulcões, montanhas), e o terror (terreur, Terror) diante de experiências violentas (decapitações, catástrofes). Nos séculos XVIII e XIX, justamente quando se via o impacto inicial da Revolução Industrial, o movimento romântico na Europa e nas Américas propôs um retorno à natureza como forma de gerar esse tipo de reações subjetivas. Filósofos como Johann Gottfried Herder e Friedrich Nietzsche na Alemanha, Henry Thoreau nos Estados Unidos, e Gonçalves de Magalhães no Brasil representam essa tendência estética que depois teve um impacto político com a cultura de se cultivar jardins, a criação de parques nacionais (proposta por John Muir ao President Theodore Roosevelt em 1913 e implementada também no Brasil na década de 1930 por Getúlio Vargas).”

Fonte: https://pagina22.com.br/2010/05/09/filosofia-e-natureza/

Proposta de redação 21N17A – dissertação – Fuvest, Vunesp, Uniube, Famema, Famerp, etc.

Faça uma dissertação sobre os principais desafios, entraves ou impedimentos para que sejam conciliáveis o desenvolvimento econômico e a sustentabilidade ecológica em escala global.

Instruções para a dissertação da proposta de redação A:
1. A situação de produção de uma dissertação argumentativa requer o uso da norma padrão da língua portuguesa, de linguagem objetiva, de argumentação científica e de terceira pessoa.
2. Não copie trechos dos textos de apoio.
3. Não assine.
4. O tamanho da redação deverá ser adequado ao concurso pretendido. Para tanto, é importante seguir os limites impostos pelas universidades até 2020: entre 20 e 30 linhas (Fuvest), 15 a 33 linhas (Vunesp), 25 e 30 linhas (Uniube), etc. Por isso, é imprescindível que a universidade pretendida seja informada com destaque logo após o código da proposta de redação na folha que será entregue para a correção. Do contrário, a correção levará em consideração a norma mais comum: 25 linhas como mínimo e 30 como máximo.
5. Dê um título a sua redação, caso a universidade pretendida o exija.

Proposta de redação 21N17B – dissertação – Enem.

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Alternativas para a promoção de consciência ambiental na sociedade brasileira contemporânea.”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções do Enem para a prova de redação (proposta B):
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Proposta de redação 21N17C – outros gêneros – Unicamp.

Como voluntário (a) em uma organização não governamental ligada a pautas ambientais e ecológicas, você ficou responsável por escrever um texto de apresentação para uma campanha em prol do consumo consciente como maneira de democratizar iniciativas de preservação ambiental. O seu texto ficará disponível no “site” dessa instituição.

Instruções da Unicamp para a prova de redação:
1. Este caderno contém duas propostas de redação. Você deverá escolher apenas uma delas para desenvolver.
2. Se quiser, faça um rascunho do seu texto. A folha de rascunho não será considerada pelos avaliadores. O rascunho poderá ser escrito a lápis.
3. A versão final do seu texto deverá ser feita com caneta esferográfica preta na folha reservada para a Redação.
4. Não haver nenhuma identificação pessoal (nome, sobrenome, etc.) nos textos.

Instruções adicionais para a proposta de redação C:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação.
2. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: o que estiver expressamente informado no edital, no manual do candidato, etc., do vestibular pelo qual você se interessa, os quais são as fontes de informação mais confiáveis a respeito dessa questão. Em hipótese alguma, escreva seu nome, apelido, etc., na folha de prova. Na dúvida, melhor nunca assinar um texto de concurso.
3. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação, ainda que, em alguns concursos, seja importante estabelecer conexões entre as informações dos textos de apoio do tema de redação e o repertório cultural do candidato. No caso da Unicamp, é imprescindível fazer menções a dados e informações presentes no (s) texto (s) de apoio.
4. Respeite o mínimo e o máximo de linhas associado à prova de redação para a qual você se prepara. Contudo, normalmente, o mínimo usado é de 25 linhas e o máximo de 30, ou algo similar na maioria dos concursos no Brasil. No caso da Unicamp, os textos devem ter até 22 linhas.

Proposta de redação 21N17D – outros gêneros – UFU.

Redija um editorial sobre o que o Brasil ganharia com políticas mais eficientes de manejo e preservação do meio ambiente executadas de maneira eficiente em seu próprio território.

Instruções da UFU para a prova de redação:
1. Você encontrará duas situações para fazer sua redação. Leia as situações propostas até o fim e escolha a proposta com a qual você tenha maior afinidade.
2. Após a escolha de um dos gêneros, assinale a opção no alto da Folha de Resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero.
3. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
4. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva no lugar da assinatura: JOSÉ ou JOSEFA.
5. Em hipótese alguma, escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
6. Utilize trechos dos textos motivadores, parafraseando-os.
7. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.

Instruções adicionais para a proposta de redação D:
1. Faça a paráfrase de um trecho de qualquer um dos textos de apoio, exceto se houver referência a um texto específico na proposta de redação D.
2. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: o que estiver expressamente informado no edital, no manual do candidato, etc., do vestibular pelo qual você se interessa, as quais são as fontes de informação mais confiáveis a respeito dessa questão. Em hipótese alguma, escreva seu nome, apelido, etc., na folha de prova. Na dúvida, melhor nunca assinar um texto de concurso.
4. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação. Ainda que, em alguns concursos, seja importante estabelecer conexões entre as informações dos textos de apoio do tema de redação com o repertório cultural do candidato. No caso da UFU, é imprescindível fazer uma paráfrase de um trecho de um dos textos de apoio para inclui-la em alguma passagem do seu texto.
5. Respeite o mínimo e o máximo de linhas associado à prova de redação para a qual você se prepara. Contudo, normalmente, o mínimo usado é de 25 linhas e o máximo de 30, ou algo similar na maioria dos concursos no Brasil. No caso da UFU, os textos devem ter entre 25 e 34 linhas.

Deixe uma resposta